Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

exercício dois

O corpo em movimento. Como uma dança, como numa dança, todas as frequências ao rubro com o ritmo da respiração e o do coração perseguindo-se. Saber que músculos e articulações vibram em uníssono, e que toda a energia é congestionada no sentido único do movimento: unidirecional, fulgurante, mortal. Amor. E por falar em arritmia; o teu fôlego na minha pele, a tua voz no meu ouvido, o conhecimento exato da anatomia comum do nosso Amor. A gargalhada. Rir até à exaustão com graça, a cabeça praticamente vazia no ribombar de mais uma piada, entretenimento das noites para aprender a conjugar as tristezas somadas, multiplicadas ad infinitum dos dias.

Mensagens mais recentes

exercício um

amor e cabanas

nascer antes de termo

sim não não sim

entre a folhagem que canta

o dia das flores silvestres

de zurique a delémont

where it starts